Black Friday 2020: como se preparar para vender mais

linkedin

Em meio a um ano tão instável como tem sido 2020, aos poucos as coisas têm voltado ao normal – ou pelo menos, tem tentado chegar ao mais próximo possível. Com a Black Friday, não seria diferente. A data que já é tradição no Brasil, está sendo aguardada com ansiedade pelos consumidores.

Segundo uma pesquisa realizada pela Behup e divulgada pelo Grupo Globo, 55% dos internautas acreditam que a Black Friday 2020 será o melhor momento para se comprar neste ano; 65% dizem que comprar algo será uma forma de se presentear; 61% pretender aproveitar para antecipar as compras de fim de ano.

“Ah, mas a minha empresa funciona apenas em loja física, a Black Friday não serve para mim.” Muito pelo contrário, no Brasil, as vendas costumam ocorrer de forma mista. A mesma pesquisa mostrou que 55% dos internautas afirmam que vão comprar em lojas físicas e na internet.

Que conclusão tiramos disso? Os consumidores estão aí, prontos para aproveitar as ofertas. Pode ter certeza de que muitas empresas estão se preparando para a data com o mesmo afinco de anos anteriores ou até maior.

Já está convencido de que não dá para deixar essa data passar em branco, né? Seja pequena ou grande empresa, independente do nicho em que atua, é possível explorar a Black Friday a seu favor.

1. Divulgue com antecedência                                                         

Mesmo que a Black Friday tenha data definida para acontecer, os consumidores não estarão aguardando pacientemente que no dia da Black Friday, a sua empresa divulgue ofertas imperdíveis. Pode ter certeza que outras marcas já estarão fazendo esse anúncio antes e alimentando no consumidor expectativas pela chegada da data.

Uma boa estratégia de divulgação é fundamental para que a Black Friday seja proveitosa na sua empresa, por isso, estabeleça previamente quais canais serão utilizados. Eu aposto que o primeiro meio a vir a sua mente foram as redes sociais, mas dá para ir além.

As redes sociais são sim, essenciais na sua estratégia, principalmente se tratando da Black Friday, um evento em que quanto mais “na boca do povo” a sua marca estiver melhor.

Mas não dá para deixar de lado as ferramentas de marketing direto, como WhatsApp, em que você pode enviar as ofertas diretamente para o consumidor, estabelecendo maior proximidade e incentivando-o a realizar a compra de forma ainda mais efetiva.

2. Invista nos canais de atendimento

Se você está pensando em aproveitar o comércio online em seu negócio durante a Black Friday é preciso estar preparado para um maior fluxo de vendas. Por isso, os seus canais de atendimento devem ser o menos burocráticos possível.

Seja por WhatsApp, E-mail ou SMS, o que o seu cliente espera de você é agilidade e praticidade, principalmente quando se trata de ofertas com data de validade.

3. Faça um planejamento de mídia paga

Por vezes, o alcance nas redes sociais não é aquele que esperamos. Uma boa opção é usar os anúncios patrocinados que, quando bem executados, são capazes de aumentar exponencialmente a sua taxa de conversão.

No Instagram e no Facebook – principais redes sociais no Brasil -, a ferramenta de anúncio usada é o Facebook Ads. Já no Google, há também uma boa opção para fazer com que as páginas da sua empresa apareçam em primeiro nas pesquisas, é o Google Ads.

Conclusão

Você viu que o principal segredo para aumentar as suas vendas na Black Friday é ter planejamento. Depois de ter as suas estratégias bem definidas, o aumento de vendas é apenas consequência.

Gostou das dicas desse artigo? Você também pode gostar desses aqui:

Posts Recentes